Não é novidade que em todas as profissões existem jargões, ou seja, termos técnicos para se referir a um determinado assunto. Portanto, no empreendedorismo existem diversos jargões importantes por qual todos os profissionais devem estar familiarizados.

Empreendedorismo é a disposição ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços e negócios. Logo, todo empreendedor precisa sempre arriscar e inovar para obter crescimento. Mas, afinal, quais são os termos mais utilizados pelos empreendedores? Veja abaixo.

Capital de giro: São recursos financeiros usados para suprir os custos diários de uma empresa e mante-la no período entre o pagamento das despesas e os dias dos pagamentos de seus clientes.

Captação de recursos: Recebimento de investimentos através de fundos de investimentos, investidores, empréstimos e entre outros.

Investidor-anjo: São profissionais com experiência e dispostos em investir em novos empreendimentos, mas em troca detém uma porcentagem da empresa investida.

Break-even: É quando a empresa não tem lucro, ou seja, a empresa paga somente as despesas pois os custos tem um valor igual à sua renda.

Networking: Ter ou estabelecer uma rede de contatos.

Startups: Empresas com soluções inovadoras e com um grande potencial de crescimento.

Spin-off: Fundação de uma nova empresa de serviços ou produtos inovadores  através de uma “empresa-mãe”.

Elevator Pitch: Breve apresentação de até 30 segundos.

Early Stage: Empresas em estágio inicial (menos de 3 anos de fundação).

Seed Capital: Capital utilizado para a empresa dar os seus primeiros passos no mercado.

Stakeholders: São todas as pessoas envolvidas no negócio, exemplo: sócios, acionistas, funcionários e clientes.

Co-working: Espaço de trabalho compartilhado por diversas empresas.

Crowdfunding: Captação de capital por meio de financiamento coletivo, muitas vezes por pessoas físicas.

Crowdsourcing: Serviços de forma colaborativa para geração de conteúdo, solução de problemas e entre outros.

Texto por: Arthur Fernandes