No dia 14 de junho de 2018 (quinta-feira), começará a Copa do Mundo de 2018. O jogo de estréia será entre Rússia, a anfitriã do torneio, e Arábia Saudita no Estádio Olímpico Lujniki às 12 horas (horário de Brasília).

Infelizmente, diversas seleções tradicionais não participarão desta edição do mundial de seleções, entre elas: Itália, Holanda, Chile, Camarões, Costa do Marfim e Estados Unidos. Eliminado na repescagem das Eliminatórias da Concacaf para a Trinidad e Tobago, os Estados Unidos não garantiu uma vaga na Copa do Mundo na Rússia. Um legítimo vexame, já que a seleção norte-americana participou de todas as edições desde 1994 até 2014. Sendo assim, apenas México, Costa Rica e Panamá jogarão no leste europeu esse ano.

Mesmo vendo a disputa da taça mais cobiçada pelos países no futebol pela televisão, muitos países convocaram jogadores da principal liga dos Estados Unidos; a Major League Soccer (MLS). 22 franquias participam da MLS, sendo 19 equipes dos EUA e 3 times do Canadá.

Em uma pesquisa realizada pela a Fast Progress, foi analisado que 24 jogadores de 11 times da MLS foram convocados por 9 seleções. A franquia que mais cedeu atletas para a Copa do Mundo foi o Los Angeles FC, que foi fundado recentemente e disputa a liga pela primeira vez, e o país que mais convocou jogadores da Major League Soccer foi o Panamá. Destaque para o Vancouver Whitecaps, por ser a única franquia canadense a ter um jogador no torneio, e para o Atlanta United, pois não teve nenhum atleta convocado mesmo tendo um super elenco e estando em alta no campeonato.

ATENÇÃO: Foram inseridos na análise jogadores presentes nas convocações definitivas e complementares das respectivas seleções.

LEIA MAIS – Fast Analyze: É bom utilizar memes para a publicidade de uma empresa?

Confira a análise completa:

Crédito da arte: (Iaco Lopes / Fast Progress)

Crédito da arte: (Iaco Lopes / Fast Progress)

Veja quais jogadores da Major League Soccer foram convocados:

1) Laurent Ciman (Bélgica) – Los Angeles FC (EUA)

2) Ronald Matarrita (Costa Rica) – New York City FC (EUA)

3) Francisco Calvo (Costa Rica) – Minnesota United (EUA)

4) Kendall Waston (Costa Rica) – Vancouver Whitecaps (Canadá)

5) David Guzman (Costa Rica) – Portland Timbers (EUA)

6) Rodney Wallace (Costa Rica) – New York City FC (EUA)

7) Marco Ureña (Costa Rica) – Los Angeles FC (EUA)

8) Omar Gaber (Egito) – Los Angeles FC (EUA)

9) Amro Tarek (Egito) – Orlando City SC (EUA)

10) Steven Beitashour (Irã) – Los Angeles FC (EUA)

11) Jonathan dos Santos (México) – Los Angeles Galaxy (EUA)

12) Giovani dos Santos (México) – Los Angeles Galaxy (EUA)

13) Carlos Vela (México) – Los Angeles FC (EUA)

14) Harold Cummings (Panamá) – San Jose Earthquakes (EUA)

15) Fidel Escobar (Panamá) – New York Red Bulls (EUA)

16) Adolfo Machado (Panamá) – Houston Dynamo (EUA)

17) Michael Murillo (Panamá) – New York Red Bulls (EUA)

18) Román Torres (Panamá) – Seattle Sounders (EUA)

19) Aníbal Godoy (Panamá) – San Jose Earthquakes (EUA)

20) Cristian Martínez (Panamá) – Columbus Crew (EUA)

21) Yoshimar Yotún (Peru) – Orlando City SC (EUA)

22) Andy Polo (Peru) – Portland Timbers (EUA)

23) Gustav Svensson (Suécia) – Seattle Sounders (EUA)

24) Nicolás Lodeiro (Uruguai) – Seattle Sounders (EUA)

Texto e análise por: Arthur Fernandes

Colaboração: Iaco Lopes