Fundada em 2007, a banda carioca Maré Cheia é composta pelo Luciano Santos (voz e guitarra), Edu Amorim (voz e baixo), Paulinho Ferraz (voz e teclado), Renan Mesquita (bateria) e Hugo de Paula (guitarra). O grupo já passou por diversos palcos pelo Brasil e, inclusive, já fez shows de abertura para o Onze:20, Strike, LS Jack, Barão Vermelho, Sérgio Mallandro, Rodrigo Teaser e entre outros. Entretanto, a Maré também se dedica às causas beneficentes, como: Retiro dos Artistas, Casa Ronald, Circo Social e entre outros.

A banda sofre diversas influências musicais, tais como: Os Paralamas do Sucesso, Capital Inicial, Jota Quest, Maroon 5 e entre outros. Segundo Luciano Santos, a Maré Cheia já fez parte do gênero Pop Rock, entretanto, foi se adaptando melhor ao público e fez uma breve análise sobre o atual momento do mercado musical.

“Existem diversos trabalhos de vários gêneros que funcionam, inclusive, o sertanejo vem dominando o cenário musical aqui no Brasil. Portanto, é uma coisa que venho conversando com a banda. Como o mercado não vem favorecendo muito o Pop Rock, nós passamos a nos intitular uma banda Pop. O que vem a ser uma banda Pop? É um grupo que vai para qualquer lugar e tem que agradar de qualquer jeito a galera ali presente. Não adianta a gente querer tocar um Heavy Metal, um som mais pesado, pois as pessoas não vão curtir. Então, nós passamos a montar um repertório só com músicas que nós temos a absoluta certeza que vão agradar o público. Eu acho que, mesmo não tendo tanto espaço para as bandas Pop no mercado, uma hora a banda que estiver mais bem preparada será absorvida. É algo positivo porque, como não tem nada novo, quem tiver algo diferente pode se destacar e estamos em busca dessa brecha”, disse o Luciano Santos à Fast Progress.

LEIA MAIS – Nota oficial: Fast Progress ampliará a sua comunicação externa 

Clique na imagem e insira os cupons: INT20OFF (camisas), INT25 (bolas) e FASTPROGRESS (parceria).

Por isso, pensando no mercado como uma banda com trabalhos autoriais, a Maré Cheia gravou o seu primeiro EP pela gravadora Gufo Records em 2016. Uma das músicas autorais é a ‘Preciso Dizer’, que alcançou quase meio milhões de views nas plataformas digitais. Luciano, que também é professor em paralelo à carreira artística, nos contou como foi o processo de composição da canção.

“Essa canção foi uma coisa muito maluca. Eu acho que foi inspiração mesmo. Eu estava no ambiente de um outro trabalho, pois eu sou formado em Letras e sou professor, logo, eu tava em sala de aula aplicando prova e era uma turma que eu gostava muito, super tranquila, e de repente a letra veio na minha cabeça, sendo assim, eu peguei uma prova em branco e comecei a escrever. Foi muito louco, pois geralmente partimos da melodia e depois vamos para a letra. Nessa composição eu estava sem violão, mas a melodia estava viva na minha cabeça. Quando eu cheguei em casa, passei tudo a limpo e deu tudo certo. Por mais que meus alunos me apoiem muito a minha carreira musical, era um ambiente nada haver e assim surgiu uma das músicas autorais que eu mais gosto”, contou o Vocalista e Guitarrista.

Outro single de destaque é a ‘Tem Que Ser Assim’, que aproximadamente 200 mil views nas plataformas digitais. Diversos artistas, amigos e fãs cantaram o refrão da música e publicaram no Instagram durante a campanha de lançamento, sendo assim, gerando um forte engajamento na internet. Atualmente, há apenas um Lyric Video disponível mas a produção do clipe já está em andamento.

“A repercussão está sendo muito boa. É uma das músicas mais legais que a gente já tocou. Ela não é uma composição somente minha. Ela foi enviada por um amigo, chamado Nego Joe, que é um grande compositor. Eu apenas alterei algumas coisas na letra e na melodia junto com o Juliano Cortuah, que cuidou da produção. É uma música muito legal, temos muito prazer de tocá-la no show e ela é muito bem aceita pelo público. A gente coloca no meio do repertório e o pessoal canta como se fosse uma música de qualquer outro artista conhecido, inclusive, alguns DJ’s já estão colocando em algumas festas e a repercussão na internet está muito bacana. A gente fez uma campanha super maneira com a galera para lançar o Lyrics Vídeo, mas ainda vamos produzir o clipe. Falta só preparar o canal”, afirmou Luciano.

Os membros do grupo estão trabalhando demais na criação de novas músicas. Portanto, foi revelado exclusivamente para a Fast Progress, que além do clipe da atual música de trabalho, está sendo produzido uma versão acústica da ‘Preciso Dizer’ e outros 2 singles novos. Vale lembrar que todos os trabalhos da Maré Cheia estão disponíveis nas principais plataformas digitais.

“Já estamos com o EP gravado. Nós gravamos 4 faixas. No caso, seria a ‘Tem que ser assim’, a ‘Preciso Dizer’ na versão acústica e tem outras duas músicas inéditas já prontas. Nós temos já a ideia de quando vamos lançar o clipe da nossa música de trabalho e vamos gravar os outros clipes para ficar tudo certinho. A ideia também é colocar as músicas nas rádios da região sul do país, São Paulo e Rio de Janeiro. Ainda não falamos isso com ninguém, mas podemos adiantar o nome da próxima faixa, que provavelmente será a de trabalho, chama-se ‘Pedaços Colados'”, finalizou Luciano Santos em entrevista para a Fast Progress.

Texto por: Arthur Fernandes